Header Ads

Copenhague

Copenhague é a capital da Dinamarca, uma das monarquias mais antigas do mundo, é a terceira, a cidade está localizada no litoral do mar Báltico, bem na frente da Suécia, tanto que há uma ponte que liga os dois países, numa distância de uns 25Km.


Ficamos quatro dias na cidade, tempo suficiente para conhecer as principais atrações, fomos de Dublin para lá, num voo da nossa querida Ryanair (normalmente conseguimos ótimos preços), o aeroporto fica bem perto da cidade, nós fomos de metrô, pois havia uma estação bem perto do apartamento que alugamos, falando em aluguel desde que mudamos para a Irlanda só usamos o AirBnB em nossas viagens, o preço é bem mais barato que ficar em hotel (quando são estadias acima de 3 dias, vale muito a pena) é super confortável, pois temos uma casa inteira só pra nós (preferimos assim). Mas você também pode escolher, alugar só um quarto da casa se preferir.


O que fazer em Copenhague a e quais são as principais atrações de Copenhage

Na primeira noite, chegamos tarde, o avião atrasou 1h, estávamos cansados da viagem e ficamos em casa tomando cerveja, que conseguimos comprar correndo, no mercado ao lado do apartamento (bebidas alcoólicas na Europa, em mercados, costumam ser vendidas até ás 22h)


Nossa localização era excelente, estávamos perto do Jardim Botânico e do Castelo de Rosenborg, lá estão guardadas as jóias da coroa, é um excelente castelo que merece a visita, não deixe de ir e sugiro ficar nessa região que ficamos.


No segundo dia acordamos cedo, pois como fomos no inverno, essa época do ano o sol se põe muito cedo, ás 16 horas já estava bem escuro, a primeira parada foi no Jardim Botânico é um lindo lugar, mesmo no inverno e ainda dá para se esquentar dentro das estufas, lá não precisa pagar para entrar, depois de lá fomos ao Castelo de Rosenborg e no Jardins de Rosenborg,como falei acima, é um lugar que você deve visitar e é barato e com carteirinha de estudante é mais barato ainda, pagamos 6 euros metade do preço, e os jardins são lindos.





 Continuando o passeio fomos no Østre Anlæg parque, o parque não achamos muito bonito, mas estava no caminho das atrações que escolhemos conhecer.


De lá chegamos no Kastellet um antigo forte com uma muralha cercada por um lago, dentro da muralha tem um moinho de vento, de dentro da muralha tem uma vista muito bonita de uma parte da cidade, vale a pena.





A próxima parada foi a Pequena Sereia que é uma estátua em homenagem ao escritor (Hans Christian Andersen) e a personagem.



Segundo dia, passamos pelo museu de Design que resolvemos não entrar, mas falam que é bem legal e de graça.


Passamos também pela Diocese de Copenhague, na mesma rua está a Igreja de Mármore que tem uma cúpula incrível e é muito linda, lá foram coroados muitos reis e rainhas da Dinamarca.



Em frente a igreja está o Palácio de Amalienborg que também pode visitar, mas como já tínhamos ido ao Castelo de Rosenberg não entramos, lá como no Palácio de Buckingham, há a troca da guarda todos os dias as 11:30h.



No final do segundo dia chegamos na rua mais famosa de Copenhague, onde todo mundo tira foto, sempre que se fala da cidade aparece essa foto rsrs, é uma rua com os famoso canal e suas casinhas coloridas, lá tem vários restaurantes e bares, só que o preço é bem salgado, tomamos uma cerveja num trailer e só, depois fomos pra casa senão íamos congelar de frio.


Terceiro dia, começamos o dia indo nas igrejas de São Pedro (St. Peter´s Church) e na Catedral de Copenhague são igrejas bonitas e só, nada de muito interessante, depois de lá fomos na Torre Redonda (The Round Tower) nessa torre é possível subir, tem que pagar, mas é bem barato, em torno de 3 euros, a subida é feita numa rampa, super tranquila,  no meio da rampa tem um café e o sotão da igreja, que está encostada na torre e pode acessar a igreja pela torre, a igreja chama Trinitatis Church, não é tão bonita quanto a Igreja de Mármore, no final da rampa tem um relógio enorme dos signos e uma mini escada, lá de cima, no mirante da torre, você vê a cidade inteira, muito linda.





Seguimos o mapa que criamos para a visita da cidade, como segue abaixo, desde que chegamos na Irlanda para morar, em todas as viagens que fazemos, criamos um roteiro com o google maps dos celulares, e colocamos estrelas (favoritamos o local, assim é possível ver e acompanhar os locais que queremos conhecer) veja como fica o mapa. Mesmo que você não tenha internet na rua, o google maps trabalha off line com a sua posição do gps, então uma dica, conecte o mapa em um wifi, deixe salva as informações e quando estiver na rua ele trabalhará pra você. 



Continuando, fomos a fonte de Stork (Stork Fountain) onde estava tendo uma feira de natal, aproveitamos para comer um hotdog delícia numa barraquinha alemã, depois de lá fomos ao Palácio de ChristiansBorg (Christiansborg Palace) e no Parlamento Dinamarquês (Danish parliament) é possível visitar o palácio, mas era caro e não queríamos perder tempo, pois ainda tinha muita coisa para visitar e a principal atração desse dia era o Tivoli Parque, mas para quem tiver tempo, o palácio parece ser muito bonito, vimos uns folhetos que até deu vontade de visitar, ainda mais na hora que estávamos lá, que começou uma chuva mega forte, mas ainda bem que passou rápido e ficamos lá dentro até passar, senão teríamos congelado.




Depois de lá passamos pela igreja Holmen e pelo Børsen, só para tirar fotos, de lá fomos ao Jardim da Biblioteca e no museu judaico, não entramos em nenhum deles.




Com toda essa caminhada, tivemos que nos apressar pois faltava pouco para começar a escurecer e queríamos pegar o parque Tivoli de dia e á noite, nosso último destino do dia, esse parque de diversão é um dos mais antigos do mundo, segundo umas pesquisas é o segundo, o parque é muito mas muito lindo, ainda mais com os enfeites de natal, ficamos lá por umas 5 horas, lá tem muitos brinquedos, vários restaurantes e bares em um deles estava rolando happy hour e lógico aproveitamos para tomar umas pints de cerveja, depois de ter conhecido todo o parque, brincamos só em um brinquedo de corrida de cavalinhos (tipo do bozo, para quem lembra rsrsrs, você tinha que escolher um cavalo e ficar atirando umas bolinhas dentro de uma caçapa, para ele andar, o que chegasse primeiro, ganhava, mas nenhum de nós chegamos).




A entrada do parque não é muito barata, em torno de 20 euros por pessoa, e os brinquedos são pagos a parte, mas tem um ingresso que você pode brincar em todos, mas é mais caro e não lembro o valor, mas é um lugar que é obrigatória a visita. No inverno, tem tipo umas panelas imensas, com carvão em brasa, espalhadas pelo parque onde é possível esquentar o corpo e as mãos, são maravilhosas e salvadoras. Eu e a Pri fomos nessas panelas umas 5 vezes, durante o passeio no parque rsrsrs.


No quarto e último dia, conseguimos passear graças a dona do apartamento que alugamos, ter deixado nós saírmos ás 17 horas, então fomos de metrô até o bairro alternativo e que se denomina outro país, chamado Christiania, é um bairro hippie, onde tem drogas vendidas ilegalmente em barraquinhas, e as pessoas que vendem ficam com o rosto coberto, lá ainda é proibida a venda, é um lugar diferente, vale a pena conhecer. Essa casa abaixo é o simbolo arquitetônico de Christiania.




Aproveitando que o dia estava ensolarado e ainda tínhamos bastante tempo, fomos novamente nos mesmos lugares para tirar fotos com o lindo dia que fazia (pois no primeiro dia estava nublado). E vimos também a Ópera House (linda) do outro lado do braço de mar, perto da igreja de Mármore.


Assim acabou nossa viagem a Copenhague, mas na hora de ir embora para o aeroporto erramos o metrô que devíamos pegar e fomos parar em outro lugar, quase morremos do coração quando percebemos, mas ainda bem que sempre saímos com bastante tempo de antecedência e conseguimos chegar a tempo do voo, nós erramos pois na estação que estávamos, na mesma via de metrô, passa duas linhas diferentes, foi para dar emoção rsrsrs.

Principais pontos turísticos de Copenhague

  • Jardim Botânico;

  • Castelo de Rosenborg

  • Jardins de Rosenborg

  • Østre Anlæg parque

  • Kastellet


  • Estátua da Pequena Sereia

  • Museu de Design

  • Igreja de Mármore

  • Palácio de Amalienborg


  • Palácio Amarelo
  • Rua Nyhavn a famosa rua de Copenhague

  • Igreja São Pedro

  • Catedral de Copenhague
  • Torre Rodonda (The Round Tower)

  • Igreja Trinitatis 
  • Palácio de ChristiansBorg


  • Parlamento Dinamarquês
  • Igreja Holmen

  • Borsen

  • Jardins da Biblioteca
  • Museu Judaico

  • Bliblioteca Royal

  • Tivoli Parque





Booking.com
2012 - 2016. Christian Gutierrez e Priscila Gutierrez. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.