Header Ads

Zaragoza, antiga cidade Romana chamada Cesar Augusto

Zaragoza, a antiga cidade de Cesar Augusto. Seu nome atual vem da antiga topónimo romano, Caesaraugusta, ele recebeu em honra do imperador Augusto César em 14 a. C. A origem da cidade remonta a Salduie, que era o nome da cidade Ibérica sedetana localizado no local da corrente Zaragoza na segunda metade do século III. C. é documentado em moedas ibérico com o nome de "Salduvia" em um texto de Plínio, o Velho. Com a fundação do Caesar Augusta, a íbera cidade-estado tornou-se colônia imunológico dos cidadãos romanos. 


E possível você conhecer a cidade inteira a pé.


Aproveitando os feriados que tem na Espanha, que são parecidos com os do Brasil, mas com um pouco mais, Eba, fomos viajar para Zaragoza, ficamos na cidade 2 dias e meio, e é mais que suficiente para conhecer a cidade.


Zaragoza está no meio do caminho entre Madrid e Barcelona, por causa dessa localização, muitas pessoas aproveitam e ficam um dia hospedado na cidade. Em Barcelona saímos da cidade com sol, só que no meio do caminho na estrada tinha uma neblina muito forte, o que nos deixou meio bravos, mas vimos no celular que o tempo em Zaragoza abriria o sol ás 13hs e por sorte acertou.

O que fazer em Zaragoza e quais são as principais atrações de Zaragoza.

O centro da cidade onde está a Basílica Nossa Senhora del Pilar, o rio com a Ponte de Pedra, o Palácio de Aljafería e a parte da Expo 2008, são as principais atrações de Zaragoza. Por isso o melhor lugar para ficar, é no centro antigo de Zaragoza, pois lá estão os principais lugares para visitar na 
cidade.


Nós ficamos num hotel chamado Inca, bem perto da praça de Pilar, o hotel é ótimo, limpo bem localizado e com um preço excelente, pagamos 38 euros a diária para 2 pessoas.


Nessa viagem fomos de ônibus a partir de Barcelona, muita gente que vem pra Europa não pensa nesse tipo de transporte que muitas vezes ou quase sempre é mais barato que trem e avião, e leva quase o mesmo tempo de uma viagem de trem, além disso novas companhias low cost de ônibus estão entrando no mercado tais como a MegaBus e a FlexBus, nessas empresas você pode encontrar passagens de ônibus por até 2 euros o trecho, nós usamos muito um aplicativo que busca passagens em ônibus, trem e avião, o GoEuro. Nós pagamos 19 euros ida e volta por pessoa, a viagem dura cerca de 3h30, o mesmo tempo que levaria de trem.


O ônibus deixou a gente na estação Delicias que também é a mesma parada do trem, de lá para o centro da cidade é muito rápido e fácil, tem várias linhas de ônibus que passam lá, o valor do ônibus municipal é de 1,35 euros, eles não aceitam cartão e notas acima de 10 euros, sabemos disso pois na saída da estação de ônibus, demos para o motorista uma nota de 20 e ele disse que não aceitava e que precisaríamos trocar.


Agora vamos falar um pouco sobre o que fazer em Zaragoza, chegamos ao hotel no começo da tarde bem na hora de fazer o check-in, logo depois de deixar as malas, já fomos conhecer a cidade, e começamos pela principal atração da cidade, a imponente Basílica de Nossa Senhora del Pilar que fica na Praça Pilar, a Basílica é linda tanto por dentro como por fora, e o bom é que não paga nada para entrar.



Na entrada da Basílica há vários altares é muito bonita mesmo, lá dentro sem querer descobrimos ouvindo um guia falando com um grupo, que na guerra civil espanhola a Basílica foi atingida por duas bombas lançadas por aviões,e o mas incrível é que nenhuma das bombas explodiu, um milagre não é? Hoje em dia as bombas estão desativadas e expostas em uma das paredes da Basílica.


Depois de lá decidimos conhecer o lado direito da cidade, pois no dia seguinte iríamos para o lado esquerdo, onde fica outra atração importante que é o Palácio de Aljafería.


Saindo da Basílica fomos conhecer o lado direito da praça de Pilar onde tem um espelho d'Água, logo depois tem a catedral que se chama San Salvador, essa catedral de San Salvador deu um pouco de trabalho para tentar conhecer, nesse primeiro dia tiramos fotos por fora pois ela estava fechada de tarde, tentamos passar a noite depois do passeio que logo contarei e novamente ela estava fechada, o segurança falou que a igreja abriria no dia seguinte, e ficava aberto até ás 19hs, no dia seguinte estávamos terminando o passeio do Palácio e voltamos correndo para chegar lá antes das19hs e chegamos, entramos por uma porta lateral só que dava acesso só a uma capela que estava tendo uma missa, saímos e fomos para a porta principal e novamente estava fechada, ficamos muito bravos pois perdemos o entardecer no Palácio, no último e terceiro dia fomos novamente, estávamos tentando muito ir pois o recepcionista do hotel tinha falado que essa igreja era mais bonita que a Basílica de Pilar, enfim a igreja estava aberta, só que para nossa surpresa tinha que pagar 6 euros por pessoa, e tínhamos que ser rápidos pois tínhamos que ir para estação de ônibus para voltar a Barcelona, então vimos umas fotos da igreja na internet e decidimos não entrar, bom serviu de história para contar rsrs.


Voltando a falar sobre o primeiro dia, depois de passar pela catedral de San Salvador, fomos ao Museu del Foro de Cesar Augusta que está ao lado da Basílica.


Caminhando pela cidade passamos pelo Arco del Deán.


Fomos até os Museu de las Termas Públicas e o Museu del  teatro de Cesar Augusta, onde está o teatro Romano ou anfiteatro só que não sei porque cobriram o anfiteatro e deve ter ficado estranho, não deu para conhecer pois todos os dias que ficamos na cidade o lugar estava fechado (domingo, abre poucas horas, toda segunda-feira é fechado e na terça-feira era feriado) ainda bem que há pouco tempo atrás fomos a uma anfiteatro maravilhoso na cidade de Tarragona.

Continuando, passamos pela Igreja de San Gil Abad.

Logo depois tínhamos visto no mapa que tinha um Pálacio de Sástago, já que estávamos ali perto passamos em frente, é um lugar nada bonito.


Chegamos na Igreja de Santa Maria Magdalena que estava em reforma, mas deve ser muito bonita, deu para tirar fotos por fora.


No Convento del Santo Sepulcro e a Igreja de San Nicolas de Bari que fica ali perto só deu tempo de passar pela frente do local, éramos para ter voltado outro dia para entrar lá só que acabamos fazendo outras coisas.



Como já falei a Ponte de Pedra é umas das principais atrações de Zaragoza, a ponte atual é do século XV mas segundo relatos já existia outra ponte ali antes, e a atual está sob as ruínas da anterior.
A ponte está sobre o rio Ebro que cruza a cidade ao meio, a estrutura toda de pedra da ponte é o que a deixa linda e ao lado dela está a Basílica de Nossa Senhora de Pilar um dos cenários de Zaragoza que as pessoas mais tiram fotos, a ponte com a Basílica e o Rio, nós tiramos de vários ângulos e durante a noite também.


Depois de cruzar a ponte de pedra e passar no parque Macanaz que tem do outro lado voltamos para o lado velho pela outra ponte, e chegamos numa das 44 torres que fica na cidade, da época dos romanos, essas torres ficavam na muralha que cercava a cidade, hoje só está em pé essa torre que foi reconstruída, e uma parte do muro que está ao lado dela, também está de pé um dos portões da cidade, que logo contarei sobre ele.


Seguindo a rua, chegamos ao mercado municipal que tem uma construção bonita mas é bem pequena se compararmos com outros mercados da Espanha.

Já estava ficando tarde e começamos a buscar um lugar para parar e tomar um chopp, encontramos o La Imperial que fica do lado de dentro da muralha em frente a igreja San Juan de Los Panetes, a qual a torre da igreja está bem torta.



Ficamos lá no bar curtindo o entardecer tomando um chopp bem barato 3 euros por 600ml, mesmo com um pouquinho de frio que fazia ficamos no terraço para admirar a cidade e o anoitecer.

Zaragoza é muito iluminada de noite, por causa disso e nós também gostamos de passear a noite pelas cidades que conhecemos, fomos dar uma volta pela praça de Pilar, pela ponte de pedra, vejam que bonita é a cidade a noite.





Depois de dar a volta na cidade voltamos para jantar no La Imperial, é um bar e restaurante muito bom, super indicamos, tanto pela ótima comida, quanto pelo preço barato e o bom serviço, tomamos uma garrafa de vinho e cada um pediu um prato, diga se de passagem beeem grande (eu pedi um prato com porco e batatas e a Pri pediu uma salada com salmão e bacalhau defumado) saiu só 26 euros tudo, muito barato, no interior da Espanha se como bem e barato, as cidades de Barcelona e Madrid são caras perto do interior e do sul, isso que elas em comparação com muitas cidades grandes da Europa, já são mais baratas.

No segundo dia em Zaragoza, íamos passear pela parte esquerda de cidade, o ruim é que estava com muita neblina na cidade, e estava deixando o tempo como se fosse nublado, parece que no outono lá é normal acontecer isso, mas esperávamos que fosse como no primeiro dia, que a partir da 13hs abriria o sol.


Logo de manhã fomos na Basílica da Santa Engracia, um lugar normal nada de muito bonito, mas como estava no caminho passamos e entramos nela.


De lá chegamos na única porta romana da cidade antiga em pé até hoje a Porta del Carmen, claro que já sofreu mudanças mas uma parte da estrutura é dessa época, a porta parece que está fora da cidade antiga, mas só pra ver que grande era a cidade de Cesar Augusto.


Depois passamos só para tirar fotos da Plaza de Toros de La Misericordia, pois sua fachada em arcos é muito bonita, não sei se lá ainda tem touradas, não parecia que tinha.


Passamos também pela Igreja de Nossa Senhora del Portillo.



Chegamos na principal atração do dia e da cidade o Pálacio de Aljaferia, que já foi de tudo, uma fortaleza, um castelo, dominado por árabes, reconquistados pelos reis católicos, e hoje é uma atração turística e sede do governo de Aragon (estado onde a capital é Zaragoza).


Chegamos lá bem na hora que estava fechando pro almoço, lá eles abrem de manhã e de tarde, com isso mudamos os planos e fomos para o Parque  e a Passarela del Voluntariado, uma passarela pensil de laterais de vidro bem moderna, que foi criada para Expo Zaragoza de 2008, a passarela fica também sobre o rio Ebro, e tem vista do parque de Expo 2008 e da Basílica de Nossa Senhora de Pilar.




O tempo praticamente não abriu, deu uma melhorada.

Atravessando o rio encontramos um restaurante bem legal às margens do rio Luna Nueva, além do lugar bonito, a comida é muito boa e barata, ficamos ali um tempo para tomar um chopp, comer e esperar até o Palácio voltar a abrir.


Antes de voltar ao Palácio fomos até a Plaza de Expo 2008, onde tem umas árvores de som e umas fontes, que fazem uns quadrados e você pode ficar dentro de alguns deles, sem se molhar, claro que você terá que passar no tempo certo.



Voltando ao Palácio de Aljafería a entrada é 5 euros mas para estudantes com carteirinha é 1 euro, o Palácio é bem bonito, tem umas colunas da época árabe bem detalhadas é um passeio de 1 hora, e vale a pena conhecer.









Saindo de lá já ao anoitecer queria ficar alí para tirar umas fotos para a parte externa do Palácio com ele todo aceso, deu para tirar algumas, só que tínhamos que voltar para a catedral San Salvador que contei acima, que fomos três vezes e não entramos, devíamos ter ficado no Palácio até estar bem escuro o céu.


Já que voltamos para a  praça del Pilar, fomos procurar ali um restaurante para beber e comer, achamos um bom lugar na Plaza de Santa Marta 1, não lembramos o nome do local, lá também o chopp de 600ml custava 3 euros e a comida, boa e barata, pelo que vimos é um lugar bem tradicional da cidade.


No terceiro e ultimo dia, aproveitamos para descansar no hotel pois o tempo estava meio chuvoso e fechado e não tínhamos muito mais o que fazer na cidade.

Só fomos no Elevador da Torre da Basílica del Pilar, que custa 3 euros para subir, tem uma vista bem legal da cidade, só que a torre treme um pouco e dá uma certa aflição pela altura, se você tem um pouco de medo de altura terá que enfrentar, para ir lá.
Depois disso demos uma voltinha pela cidade e fomos comer em um restaurante bem em frente a Basílica, que tínhamos achado que era barato que nem os outros, só que esse era bem mais caro e a comida não tinha nada de muito bom, uma comida normal, é melhor ir nos outros que falamos acima.


Bom essa foi a nossa viagem a Zaragoza, espero que te ajude quando você for para lá...


Booking.com

2012 - 2016. Christian Gutierrez e Priscila Gutierrez. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.