Header Ads

O que fazer em Lucerna? A charmosa cidade banhada pelo lago dos quatro cantões

Lucerna uma pequena cidade da Suíça, banhada pelo rio Reuss e pelo Lago Quatro Cantões, assim como outras cidades da Suíça, o seu encanto está na paisagem entre as águas do rio e lago no meio da charmosa cidade e ao fundo alguns alpes que no inverno e ainda no começo da primavera (época que fomos para lá) ficam nevados. Aí você pergunta, o que fazer em Lucerna? E aqui contaremos o que fizemos por lá.
O que fazer em Lucerna

Lucerna está na parte da Suíça que tem como língua oficial o alemão, a Suíça tem quatro línguas oficiais em diferentes partes do país, que são: o alemão, o francês, o italiano e uma outra que nunca tínhamos ouvido falar na vida, o romanche, a cidade é bem pequena, até para os padrões da cidades europeias, ela tem apenas 80 mil habitantes.


Fizemos um roteiro de quatro dias pela Suíça, já tínhamos passado por Zurique, e Lucerna foi a nossa segunda parada, depois de lá ainda fomos para Lausanne, Montreux e Genebra, nossa viagem foi feita inteira de trem, a melhor forma de viajar pela Suíça, que tem uma ótima e ampla malha ferroviária e alugar carro lá é caro, não só pelo aluguel, mas também pelos estacionamentos.
atrações turísticas de Lucerna

Ficamos na cidade por um dia inteiro e dormimos lá, foi o tempo suficiente para conhecer a cidade, mas claro que se você puder ficar um dia a mais seria o ideal.
Lucerna

O que fazer em Lucerna, e quais são suas atrações turísticas?

Muitas revistas e sites focam muito em uma única atração de Lucerna, a ponte de madeira Kapellbrücke, mas a cidade não é só isso, tem muitas outras atrações turísticas em Lucerna.
 ponte de madeira Kapellbrücke

Nós chegamos na cidade pela estação de trem de Lucerna, e reservamos um hotel bem perto da estação e também do centro, pois gostamos de conhecer as cidades caminhando, o hotel que ficamos é o Hotel Fox que tem um bom preço, uma ótima localização e todas aquelas facilidades de ter wi-fi, banheiro no quarto e tudo mais, chegamos bem cedo e fomos direto para o hotel deixar as malas na recepção pois era muito cedo e achamos que não poderíamos fazer o check-in, mas como o hotel estava vazio e a moça da recepção foi muito simpática e nos deixou fazer o check-in e subir para o quarto.
Hotel Fox Lucerna

Esse dia nós não tivemos muita sorte pois estava com uma garoa bem chata, mas isso não nos impediu de sairmos para conhecer a cidade, fomos primeiro para um parque na beira do Lago dos Quatro Cantões, o Parque Inseli, um lindo parque bem florido e que no verão tem até uma pequena "praia" que deve ficar cheia de turistas e moradores, do parque a vista para os alpes também é bem bonita.
Lago dos Quatro Cantões

Parque Inseli

Depois do parque voltamos para o centro da cidade, na frente da estação de trem, onde tem as companhias de barco que fazem o passeio pelo Lago dos Quatro Cantões, nós queríamos fazer o passeio que tinha incluso no preço um jantar no barco com fondue, que até tinha um preço barato para a Suíça, uns 30 euros por pessoa, mas uma pena que no sábado, dia que estávamos lá, não tinha esse passeio,  a empresa que faz o passeio é a http://www.lakelucerne.ch/ para caso você queira e consiga data para fazer o passeio, também tem outros passeios mais curtos mas não estávamos afim de fazer, pois queríamos conhecer mais a cidade do que o lago.
passeio pelo Lago dos Quatro Cantões

Logo ali ao lado tem a ponte de madeira Kapellbrücke, o cartão postal da cidade, a ponte está sobre o rio Reuss, ela é  a ponte de madeira coberta mais antiga da Europa, nas traves da ponte se encontram 112 pinturas datadas do século XVII e foram restauradas no século XX, a ponte passou por incêndio que a destruiu em 1993, mas em 1994 foi reconstruída,  a ponte é bem cheia, achamos o mais bonito dela é ve-la desde o rio, a ponte não é reta, tem um pequeno desvio no meio dela.
ponte de madeira Kapellbrücke

No final da ponte tem a Torre da Água (construída por volta de 1300) acessível através da ponte, em estilo bem alemão.
Torre da Água

Nesse dia tinha uma feira de rua ao lado da ponte, uma feira com umas comidas deliciosas, nós compramos um pão muito saboroso e um queijo estilo gorgonzola só que bem mais macio e saboroso, um dos queijos que mais gostamos e já comemos, a barraquinha que vendeu o queijo era de um italianos super simpático, enquanto eu estava comprando essa delícia para o nosso "almoço", a Pri achou uma loja de chocolate suíço que vendia chocolate quente, e então comemos um pão com queijo delícia e um chocolate quente muito gostoso, mas não era dos melhores.

A cidade possui inúmeras igrejas, das quais se destacam a Hofkirche igreja renascentista do século XIX, a dos Franciscanos em estilo gótico mas com altares e várias capelas laterais em estilo barroco (c. 1200), e dos Jesuítas (1560) a primeira igreja barroca da Suíça.

A primeira que conhecemos foi a Jesuitenkirche (igreja Jesuítas) que estava ao lado da feirinha, a igreja é bonita, mas normal, tem outras na cidade mais bonitas.
igreja Franciscanos (Franciscan Church)

A igreja Franciscanos (Franciscan Church) em estilo gótico também é bonita, mas a última que vimos e logo vamos contar no post é a mais bonita.

Continuando nosso passeio fomos conhecer a outra ponte de madeira, a Spreuerbrücke, outra ponte coberta com telas barrocas alusivas à dança da morte (Totentanz), as pinturas são do mesmo estilo, essa ponte é menos famosa,  a primeira que falamos é a mais bonita mesmo.
ponte de madeira, a Spreuerbrücke

ponte de madeira, a Spreuerbrücke

O lugar que mais gostamos da cidade foram o restos da muralha medieval da cidade (Museggmauer), e suas sete torres as Nölliturm, Männliturm, Luegislandturm, Zeitturm, Schirmerturm, Allenwindenturm e a Dächliturm, essa muralha protegia um antigo castelo que existiu na cidade, hoje só sobrou uma parte da muralha e as torres, elas podem ser visitas e o mais legal é passear em cima da muralha com a vista para a cidade, e uma das torres, tem um sistema com um relógio de torre para exposição.
estos da muralha medieval da cidade (Museggmauer)

suas sete torres as Nölliturm, Männliturm, Luegislandturm, Zeitturm, Schirmerturm, Allenwindenturm e a Dächliturm

A muralha está do outro lado do rio rio Reuss, assim como outras atrações turísticas de Lucerna, o parque ou praça com a escultura do Leão na pedra o Löwendenkmal, é impresionante a escultura e os detalhes do leão feitos dentro da rocha, na frente do leão tem um lindo lago.
Muralha de Lucerna

Lucerna

Relógio da muralha

Nessa hora estávamos um pouco cansados e paramos para descansar as pernas tomando uma cerveja suíça no Bar Alpineum Kaffeehausbar, não sei se comentei ainda nesse post, mas a suíça é um país muito caro, uma pint (meio litro de chopp) gastamos uns 7 euros.
escultura do Leão na pedra o Löwendenkmal

 Löwendenkmal

Depois da pausa fomos conhecer os últimos lugares que faltava conhecermos,  a Igreja Hofkirche St. Leodegar, renascentista do século XIX é sim é uma igreja bem bonita com uma escadaria na frente, vale a pena dar uma entrada e conhecer a igreja.
Igreja Hofkirche St. Leodegar

Igreja Hofkirche St. Leodegar

Outros lugares interessantes são: o Altes Luzerner Rathaus uma fonte e as ruazinhas com bandeira da Suíça, e a praça Hirschenplatz.
Altes Luzerner Rathaus uma fonte

ruazinhas com bandeira da Suíça

Se você quer uma dica de restaurante o Zunfthausrestaurant Pfistern, tem fondue e parece ser um lugar bem bom, mas prepare o bolso pois um jantar para um casal com vinho (o mais barato), não sairá por menos que uns 100 euros.

Como gostamos mais de viajar do que de comer, fomos almoçar dentro da estação de trem de Lucerna no supermercado Coop, que tem uns pratos prontos para comer, tipo um restaurante com um mini buffet, e beeem mais barato, compramos a comida ali, não lembro direito o valor que pagamos, mas foi mais barato que outra vez comermos no Mc Donalds, que até ele é caro na Suíça, o lanche do Big Mac custa uns 12 euros, isso mesmo 12 euros!! Na Espanha é metade desse valor, no supermercado também compramos umas cervejas para tomar e esperar a noite chegar.

Como queríamos ver a ponte e a cidade iluminada, algo que sempre gostamos de conhecer é a cidade de noite e seu monumentos iluminados, passamos outra vez pela ponte Kapellbrücke e nessa hora a garoa chata já tinha acabado, então demos mais uma grande volta pela cidade.
Lucerna de noite

Essas foram nossas dicas  do que fazer em Lucerna, veja também os outros posts das outras cidades e nosso roteiro pela Suíça.


Booking.com
Booking.com

2012 - 2016. Christian Gutierrez e Priscila Gutierrez. Todos os direitos reservados.. Tecnologia do Blogger.