O que fazer em Limassol, no Chipre

Atraccions de Limassol, no Xipre

Octubre 22, 2019 7 Per Christian Gutierrez i Priscila Gutierrez

Atraccions de Limassol? Limassol és una ciutat de la costa de Xipre que sovint es visita per les seves nombroses ruïnes gregues, Les civilitzacions romanes i d'altres, i enmig d'aquestes ruïnes, hi ha bells mosaics molt ben conservats, vull saber més sobre aquesta ciutat? Aquí t’ho expliquem tot.

Vam anar a Limassol, en un viatge que vam fer per 10 dies a diverses ciutats del Xipre, vam optar per visitar Limassol per les seves ruïnes i per estar en el camí entre dues de les principals regions del país, un és Ayia Napa i l’altre és Pafos, llocs amb platges paradisíaques a l’estil del mar Carib, però al mar Mediterrani.

Com estava de camí entre aquestes ciutats i hi ha moltes atraccions turístiques en el camí, ens vam quedar una nit a L'hotel Village, un bon hotel, amb una ubicació excel·lent, aire condicionat, article obligatori a l’estiu de Xipre, nevera i com estàvem en un cotxe de lloguer amb el RentCars necessitàvem un hotel amb aparcament i l’han inclòs en la tarifa diària, a més de ser un hotel amb un preu molt econòmic.

Què fer a Limassol a Xipre i quins són els seus atractius turístics?

Abans i després d’arribar a la ciutat hi ha molts atractius turístics, el primer dia vam sortir molt aviat del nostre hotel a Ayia Napa i, la nostra primera parada va ser a Platja de Kalymnos, una bonica platja de sorra negra, que té enormes i boniques roques blanques a la platja.

Platja de Kalymnos

Just després de la platja de Kalymnos, hi ha altres platges amb roques blanques a Pedres blanques és a Blanc & Platja Rocosa, però creiem que la platja de Kalymnos és més bonica perquè té aquestes muntanyes blanques i una platja preciosa.

Pedres blanques i un blanc & Platja Rocosa

Després de prendre una petita platja a primera hora del matí, começamos nosso roteiro pelas ruínas e então fomos ao Ancient Amathus (Αρχαία Αμαθούντα) e nas Ruínas de Amathus (Amathus Ruins).

Ancient Amathus

Amathus ou Amatunte foi uma das cidades mais antigas do Chipre. A cidade tinha um culto a deusa Afrodite, as ruínas não estão tão bem preservadas como de outras cidades dessa época que já fomos visitar, mas é bem interessante.

Amathus ou Amatunte

A pré-historia de Amathus mistura muito com a mitologia grega e a arquitetura, a cidade prosperou por muito tempo devido a sua localização entre a Europa e o Oriente Médio.

Nessas ruínas estão também a Igreja de Tychon (St.. Tychon) és a Acrópole de Amathus, al cim de la muntanya.

Acrópole de Amathus

Essa ruínas não são tão bonitas como as Ruínas de Kourion que está bem próximo, ou as Ruínas do Parque Arqueológico de Pafos (Paphos Archaeological Park), na cidade de Pafos, a cidade antiga mais bonita do Chipre, onde estão os mosaicos mais preservados que já vimos, mas isso contaremos em outro post.

Uma parte das ruínas é gratuita, a parte mais legal é paga, però és molt barat, 2 euros per persona.

Castelo de Kolossi, é uma antiga fortaleza da época das Cruzadas, teve muita importância estratégica na Idade Média, va ser construït a 1.210 pelos cavaleiros da Ordem de Malta.

Castelo de Kolossi

Ali foi realizado o banquete de casamento de Ricardo Coração de Leão e Berenguela de Navarra, diz a lenda que o governador do Chipre aprisionou a princesa e o rei, por causa disso derrotou o antigo governador e tomou o poder de toda a ilha.

Outras ruínas que tem perto de Limassol é o Ancient Kourion o bé Curio, uma cidade antiga em ruínas muito mais preservada que Amathus, a maioria dos restos arqueológicos da área arqueológica de Kourion data dos períodos: romano, tardio romano e bizantino precoce, lá podemos entrar:

Ancient Kourion

Anfiteatro Antigo de Κourion. Um dos mais belos e interessantes anfiteatros que visitamos por sua vista ao mar. Você se surpreenderá com sua aparência majestosa, a beleza dos mosaicos antigos preservados e a magnífica vista panorâmica que se abre dos assentos dos espectadores.

Anfiteatro Antigo de Κourion Anfiteatro Antigo de Κourion

Anfiteatro Antigo de Κourion foi construído pelos gregos no século II A.C e mais tarde foi reconstruído várias vezes pelos romanos. Esta é uma das arenas mais antigas do mundo, preservada até os dias de hoje. Como a cidade velha de Kourion foi abandonada na Idade Média, os pesquisadores descobriram o anfiteatro relativamente recentemente, apenas em meados do século XX.

Após a reconstrução, no teatro é possível ver performances interessantes das peças de Eurípides, Sófocles e Aristófanes. O teatro também é usado como local de concertos de música. Nós não tivemos a sorte de ver um espetáculo desses ali.

Kourion

O Santuário de Apolo Hylates, era um santuário pan-cipriota, o terceiro em importância, perde apenas para os Deuses como a Afrodite.

Encès Casa dos Gladiadores, estrutura datada do final do século III D.C e tem sido interpretada como uma residência privada de elite, ou talvez mais provavelmente como uma palestra pública. Lá estão os maravilhosos mosaicos no chão da casa.

Casa dos Gladiadores

Daria para falar muitas coisas interessantes do Kourion, pois foi um lugar impressionante que vimos no Chipre e não tínhamos ideia da grandeza dessas ruínas gregas e romanas por lá.

Depois desse banho de história fomos para a Chris Blue Beach, uma praia que está na frente das ruínas e de lá você vê essa praia. A praia para os padrões do Chipre é bem normal, a região de Ayia Napa é onde estão as praias mais bonitas, ali aproveitamos e almoçamos no Restaurante Sunshine, como já comentamos em outros posts do Chipre a comida no país é bem barata e muito boa.

Chris Blue Beach

Depois de visitar tudo isso durante o dia, fomos para o nosso hotel, dar uma descansada, tomar um banho e claro sair para conhecer Limassol a noite, fomos caminhar na beira mar da cidade, um calçadão bem bonito, o duro é achar lugar para parar o carro, pois tem vários estacionamentos, mas todos são bem cheios, mas tivemos sorte e conseguimos uma vaga depois de uns 10 minutos esperando.

O calçadão termina no porto de Limassol, ali tem vários restaurantes, nós fomos no Kipriakon, eu pedi uma costela de porco, veio um prato gigante com uns 750 gramas de carne, que estava maravilhoso e barato, a Pri pediu um prato também bem gostoso mas não lembramos o que era, só lembramos que era bom rsrs.

Ainda na cidade a noite passamos pelo Castelo de Limassol, que estava todo iluminado.

No dia seguinte já indo em direção para a próxima cidade que fizemos de base, a cidade de Pafos, paramos no caminho para conhecer a Praia da Afrodite (Platja d’Afrodita), onde segundo a lenda foi o local onde a Deusa do Amor e da Beleza nasceu, atrás de uma das pedras que estão na frente da praia. Assim como outras praias da região, não é tãaao bonita e ela é de pedra, não tem areia, mas é uma parada obrigatória pela história da deusa grega.

Praia da Afrodite (Platja d’Afrodita)

Nesse dia na parte da tarde fomos em outras praias já na cidade de Pafos, mas que contaremos mais no post sobre Pafos.

TurMundial na Praia da Afrodite (Platja d’Afrodita)