Fomos roubados pela polícia da fronteira Romênia-Bulgária

Fomos roubados pela polícia da fronteira Romênia-Bulgária

outubro 14, 2019 20 Por Christian Gutierrez e Priscila Gutierrez

Nas nossas viagens sempre saímos com histórias maravilhosas para contar e outras histórias que no mínimo servem de aprendizado para a próxima, nessa viagem que fizemos de carro, um roteiro pela Bulgária e Romênia onde rodamos quase 2.000Km, no último dia que já estávamos tranquilos pois tinha dado tudo certo, fomos roubados pela polícia da Romênia na hora de cruzar a fronteira para a Bulgária novamente e pegarmos nosso voo de volta, isso aconteceu entre as cidades de Giurgiu e Ruse, e aqui vamos comentar como aconteceu e poder tentar ajudar outras pessoas numa viagem como essa ou até mesmo em outros países.

Quando alugamos o carro por internet na Rentcars, com a companhia Top Rent a Car, a qual foi muito boa a atenção dos funcionários tanto na chegada como na saída, pagamos uma taxa a mais para ir para a Romênia de carro, uma taxa cobrada por todas as locadoras, além dessa taxa recebemos um documento verde obrigatório para circular nas estradas da Bulgária um tipo de documento como um IPVA de estradas, é uma taxa das rodovias búlgaras, eles chamam de vinheta.

Com esses documentos estávamos aptos a fazer nosso roteiro pelos dois países, começamos a viagem por Sofia, capital da Bulgária, depois de lá fomos em direção ao litoral parando em Plovdiv, já no litoral conhecemos Nessebar, Sunny Beach, Golden Sands e Albena.

Albena foi a última cidade que paramos na Bulgária, e entre Albena e a cidade de Vama Veche, já na Romênia, passamos na fronteira entre os 2 países.

Apesar dos dois países fazerem parte na União Européia, tem que passar pelo um controle de fronteira, acredito que isso acontece por não fazerem parte dos países do tratado Schengen, nesse controle foi tudo ótimo demoramos em torno de 45 minutos, um bom tempo pelo que tínhamos lido falando que tinham pessoas que ficavam 2h, pois na alta estação do verão pode demorar muito mais tempo (julho e agosto). Nós fomos no verão, mas em setembro.

Na hora de cruzar os países apresentamos os documentos do carro e os nossos passaportes nas duas fronteiras, assim como na Bulgária, a Romênia também tem uma taxa para usar as estradas do país, essa taxa pode ser paga em vários postos de gasolina autorizados nas estradas, mas como já sabíamos disso pagamos na própria entrada do país junto ao controle de passaportes, assim já ficaríamos com tudo correto e tranquilos no primeiro quilômetro, para não ter problema com a polícia nas estradas. E a moça que pagamos em torno de 5 euros pela taxa (a qual podia ser paga em euro, Lev búlgaro ou Leu romeno) nos deu um comprovante referente ao pagamento dessa taxa, que você pode escolher pagar por 1 dia, 1 semana, ou um mês, como ficaríamos 5 dias na Romênia, pagamos por 1 semana (o valor vai mudando conforme a quantidade de dias).

Logo depois da fronteira também é possível trocar Euros por Leu romeno, a moeda do país, em uma casa de câmbio que tem logo na saída da fronteira.

Assim como na Bulgária, na Romênia nos hospedamos em várias cidades e visitamos diversas outras que foram, Vama Veche, Eforie Nord, Mamaia, Sinaia, Rasnov, Brasov, Bran e Bucareste, capital do país.

No último dia de viagem saímos de Bucareste logo cedo em direção a Sofia, onde íamos devolver o carro e pegar o avião de volta para Barcelona, mas antes de chegar em Sofia tínhamos que atravessar a fronteira outra vez só que no sentido contrário, da Romênia para a Bulgária, e depois pararíamos para almoçar em Veliko Tarnovo, já na Bulgária.

Antes de cruzar a fronteira tínhamos ainda alguns Leu romeno, que fizemos a besteira de gastar esse dinheiro colocando combustível, tínhamos visto que tinha uma tipo de um pedágio para pagar para cruzar a ponte, só que como já estávamos na fronteira e não teve pedágio durante o trajeto, gastamos o dinheiro, a Pri ainda falou para não gastar, mas eu na ideia de não perder dinheiro trocando novamente de moeda, gastei o dinheiro no posto de gasolina, mas ainda tínhamos Euros e Lev búlgaro (moeda da Bulgária) para caso precisasse pagar algum pedágio.

Na hora de cruzar a ponte entre os dois países tinha um tipo de “pedágio” para passar a ponte e ali tinha que pagar a taxa, nesse momento começou tudo errado, primeiro que o guichê era do lado do passageiro e não do motorista como em outras fronteiras que já passamos, (pois se eu estivesse sozinho teria que sair do carro para falar com a mulher) e foi aí que a polícia do controle de fronteira da Romênia roubou a gente, a taxa custava 14 Leu Romano, (tinha uma placa enorme dizendo isso) que são mais ou menos 3 euros, então a Pri que estava no passageiro, já que o guichê estava no lado do passageiro, perguntou pra ela se poderia pagar em euros, (assim como pagamos normalmente na fronteira Bulgária/Romênia) pois só tínhamos euros ou Lev búlgaro e não aceitavam cartão, só que a mulher do guichê que só falava romeno, nenhuma outra língua e não se esforçava o mínimo para tentar entender ou falar inglês, disse que assim então era 6 euros, ou seja o dobro do valor que estava na placa, nós tínhamos 5 euros e alguns centavos em moeda, então demos uma nota de 20 euros esperando que ela devolvesse o troco em Euros, ou Leu romeno ou até mesmo em Lev búlgaro, nessa hora ela resolveu pedir todos os documentos do carro, inclusive o comprovante da taxa que tínhamos pago para rodar nas estradas da Romênia,  entregamos tudo para ela e, mesmo com todos os documentos corretos, inclusive o comprovante de pagamento da taxa da rodovia romena, sem termos tido nenhum tipo de problema nas estradas, até porque estávamos com tudo certo e pago, ela inventou uma penalidade, foi a única hora que ela falou uma palavra em inglês, ela falou “penalty ” e gesticulou que ia ficar com o troco dos nossos 20 euros, quando a Pri perguntou “why?” ela fez uma cara de como se fosse nos segurar lá, mas depois mudou de ideia e nos mandou seguir, ficamos com medo de discutirmos com uma pessoa corrupta, com o poder de nos segurar na fronteira e assustados com o que havíamos passado, então fomos embora e cruzamos a fronteira muito chateados.

Enfim nos foram roubados 17 euros pela polícia da fronteira da Romênia com a Bulgária, uma pessoa que está ali para ajudar outras pessoas, turistas etc, acabou nos roubando, pensamos quantas pessoas devem passar por isso. Não foi pelo valor, que nem foi grande, mas sim pela atitude.

Quando resolvemos ir para lá até pensamos que poderia acontecer alguma coisa desse tipo nas estradas, ou nas cidades devido a fama dos romenos na Europa (eles não tem uma fama muito boa na Europa), mas foi tudo perfeito, até os motoristas que falavam tão mal deles, nem foram tão mal assim, até chegarmos na fronteira e encontrarmos com essa mulher. Mas mesmo com esse pequeno imprevisto, indicamos muito conhecer a Romênia, pois é maravilhosa.

Uma dica muito importante que talvez ajude a não passar por esse tipo de problema, sempre tenha o dinheiro do país que você está visitando até você sair efetivamente dele e de preferência dinheiro trocado, mesmo que você perca depois na conversão, te ajuda a não passar por esse tipo de problema, acredito que talvez se tivéssemos com leu romeno, talvez não teríamos passado por isso.

Planeje sua Viagem

Deu vontade de viajar depois de tantas dicas? O Blog TurMundial te dá ainda mais dicas para facilitar suas viagens:
Quer reservar um hotel? Reserve hotéis com ótimos preços pela Booking.
Quer reservar um apartamento, casa, barco ou até uma casa na árvore e ainda ganhar 100 reais na sua primeira estadia? Reserve tudo isso e muitas outras opções de lugares com preços excelentes pelo AirBnB.
Quer comprar ingressos antecipados para diversas atrações e tours sem aquelas filas imensas? Compre Ticketbar
Quer alugar um carro? Sem dúvida indicamos a Rentcars.com ela busca os melhores carros e valores do mercado.
Precisa enviar ou receber dinheiro de/para exterior, sem pagar aquelas taxas absurdas de banco ou casas de câmbio la TransferWise
Quer evitar problemas no meio da sua tão esperada viagem? Contrate um seguro de viagem com qualquer uma dessas empresas Real Seguro de Viagem, ou Seguros Promo
Quer evitar aquelas contas altíssimas de celular no final da sua viagem internacional? E mesmo assim poder fazer, receber ligações e usar a internet? Compre um chip de celular internacional com qualquer uma dessas empresas: Easysim4u
OBS: Ressaltamos que a responsabilidade pela prestação dos serviços/venda e entrega dos produtos, são dos fornecedores acima descritos.