Zurique, Zürich ou Zurich, o centro financeiro da Suíça

Cīrihe, Cīrihe vai Cīrihe, Šveices finanšu centrs

Aprīlis 28, 2018 10 Autors Kristians Gutjeress un Priscila Gutjeresa

Cīrihe ir Šveices galvenā pilsēta, ir valsts finanšu centrs, ir vairākas bankas un banku pakalpojumi, par to, ka tā ir lielākā un pazīstamākā pilsēta, daudzi domā, ka Šveices galvaspilsēta ir Cīrihe (zināms arī kā Cīrihe vācu valodā vai Cīrihē franču valodā, 2 un 4 valodās, kurās runā Šveicē) bet galvaspilsēta ir Berne, pilsēta atrodas Cīrihes ezera krastā, padarot pilsētu ļoti skaistu.

Mēs devāmies uz Cīrihi agrā pavasara ceļojumā., mēs baudām Lieldienu brīvdienas, Barselonā svētki ilgst divas dienas, Lielajā piektdienā un pirmdienā, mēs izgatavojām a Šveices tūre 4 dienas un mēs zinām 5 pilsētas, šodienas ierakstā mēs runāsim tikai par to, ko darīt Cīrihē.

Ko darīt Cīrihē un kādas ir pilsētas galvenās apskates vietas?

Skatiet mūsu maršruts Cīrihē un zināt ko darīt Cīrihē, mēs ieradāmies pilsētā agri no rīta ar reisu no Barselona, lidostā jau nopirkām mobilā telefona mikroshēmu (ja jūs ierodaties no Brazīlijas un vēlaties, lai Eiropā jūsu mobilajā tālrunī būtu interneta dati, nopirkt starptautisku ceļojumu mikroshēmu lai jūs varētu izmantot internetu, neuztraucoties), jo mūsu mikroshēma no Spānijas darbojas Šveicē, bet vērtības ir ļoti augstas, jo, Šveice nepieder Eiropas Savienībai (Šeit Eiropā mikroshēma no Spānijas darbojas bez papildu maksas visās Eiropas Savienības valstīs).

O que fazer em Zurique

Atgriežoties pie mūsu ekskursijas, kā mēs grasījāmies iepazīt Cīrihi, Lucerna, Lozanna, Montreux e Ženēva šajā ceļojumā, visu dienu pavadījām Cīrihē, jo, agri ieradāmies lidostā un tur gulējām, bet nākamajā dienā mēs ar vilcienu brauktu uz Lucernu. Mēs iepazinām daudzas vietas, protams, ja jūs varat palikt ilgāk, tas būs ideāli, ES domāju 1 vēl viena diena būtu lieliski, bet mēs uzzinājām visu, ko gribējām redzēt.

principais atrações de Zurique

No Cīrihes lidostas uz pilsētu labākais veids, kā tur nokļūt, ir lidostā vilciens un izkāpšana galvenajā pilsētas stacija uz Cīrihi, Centrālā stacija vai Cīrihes HB, biļetes cena ir vairāk vai mazāk 6,50 eiro vienai personai, stacija atrodas pašā pilsētas centrā, ir skapītis, lai atstātu mugursomu, bet galu galā neizbraucām, jo ​​pulksten 14 mēs reģistrējāmies viesnīcā, un mugursomas turam mugurā, bet es atzīstu, ka mums vajadzēja to atstāt un samaksāt 5 eiro no skapīša abām mugursomām, jo līdz ar to dienas beigās mēs kļūstam daudz nogurušāki, jo mēs gājām vairāk nekā 20 km un apmēram 12 km ar viņiem mugurā un neatkarīgi no tā, cik tie bija viegli, tas ir papildu svars, vai ne??Un mēs vienmēr domājam, ka pastaigas ir labākais veids, kā iepazīt Eiropas pilsētas. Tāpēc ekskursijas vidū mēs paņēmām pārtraukumu, lai tos nogādātu viesnīcā., jo mēs vairs nevarējām izturēt.

roteiro em Zurique

Mūsu pirmā pietura bija plkst Šveices Nacionālais muzejs, kas atrodas tieši blakus Cīrihes HB stacija, o museu sempre tem exposições de trabalhos suíços para divulgar as obras do país, a gente só passou em frente do lindo prédio bem estilo alemão mesmo, pois essa parte do país é alemã, a língua mais falada nessa parte é o alemão.

Museu Nacional Suíço

A cidade está dividida pelo rio Limmat que chega no lago, de um lado fica a cidade mais moderna e do outro a cidade antiga e o centro da cidade, depois do museu fomos na parte mais moderna e fomos na Igreja Zentralbibliothek Zürich, que é bonita por fora e por dentro mas, não é uma grande atração turística de Zurique.

Igreja Zentralbibliothek Zürich

Igreja Zentralbibliothek Zürich

Ao lado da igreja está a principal universidade da cidade a University of Zürich.

O Museu das Belas Artes, também está desse lado do rio mas estava fechado por obras, isso acontece muito aqui na Europa, se você for para qualquer cidade e quer ver um museu ou algum lugar específico veja se ele não está em reforma, por exemplo o Big Ben de Londres está em reforma e vai ficar os próximos dois anos assim, a fachada do ícone de Londona está todo cheio de tapumes, demos o exemplo do Big Ben pois, logo falaremos de uma curiosidade sobre o relógio.

Fontes de água potável, Zurique como outras cidades da Suíça tem milhares de fontes com água potável, nós estávamos com uma garrafinha de água que íamos enchendo nas fontes que íamos passando, e dizem que a cidade tem mais de 1.000 fontes, e deve ter mesmo pois, nós vimos umas 100 no mínimo, veja algumas delas abaixo.

Fontes de água potável, Zurique

A Catedral Grossmünster em estilo românico do século XII, tas ir skaistākais pilsētā, ela teve umagrande papel na reforma protestante da igreja católica, segunda a lenda foi fundada por Carlos Magno. Entramos para conhecer a igreja que não se paga nada para entrar e é muito bonita, mas a melhor vista dela é do outro lado do rio, deste lado do rio Limat você terá umas vistas melhores das outras igrejas da cidade, a Fraumünster e a St. Peter.

Catedral Grossmünster

Lago de Zurique (Zürichsee) é uma das principais atrações de Zurique, a cidade gira em torno dele, e o calçadão junto ao lago é onde todo mundo sai para passear e aproveitar o dia, e foi o que fizemos.

Lago de Zurique (Zürichsee)

Cisne no Lago de Zurique (Zürichsee)

No começo do calçadão tem a Praça Sechseläutenplatz tas ir plkst Zürich Opera House, um lindo lugar na beira do lago, na Opera House deve ter muitos concertos maravilhosos, mas deve ser bem caro, como tudo na Suíça.

Zürich Opera House

Continuamos a andar pelo calçadão a beira do lago de Zurique, e lá aproveitamos uma lanchonete no meio do parque para comer um frankfurt (o nosso famoso cachorro quente) o deles é com a linguiça estilo alemã e ela não vem dentro do pão, eles primeiro mordem a linguiça e depois mordem um pedaço do pão rsrs, um pão beeem duro por sinal, mas era ok, dois frankfurt e duas cervejas custaram quase 20 eiro, achamos bem caro, mas para os padrões suíços foi quase de graça rsrs.

calçadão a beira do lago de Zurique

No calçadão tem o Jardim Chinês (Chinese Garden) mas tem que pagar para entrar, não entramos pois o jardim para variar estava em reforma e parecia pequeno e dava para dar uma olhadinha de fora e não achamos que valia muito a pena entrar.

Jardim Chinês (Chinese Garden)

O Parque Zürichhorn fica nessa região da cidade e de lá tem lindas vistas para os alpes suíços, que ainda estavam cobertos de neve no começo da primavera.

Parque Zürichhorn

Onde ficar em Zurique?

Depois de tudo isso era hora de fazer o check-in no hotel e tínhamos uma boa caminhada do parque até o hotel, que está bem localizado perto da estação de Zurich HB, e lembrando que até então estávamos com as nossas mochilas que vacilamos e não deixamos nos lockers da estação de trem.

Nós ficamos hospedados no Swiss Star Anwand Lodges, ļoti labi, tīrs, arrumado e boa localização, mas não tem recepção e a chave você pega na entrada do prédio, depois de reservar o hotel eles te mandam o código para digitar em uma caixa onde pegamos a chave. O hotel tem um bom preço comparado com os hotéis caros da cidade, o quarto tinha tudo que precisávamos aquecimento, privāta vannas istaba, tv, wi-fi, adoramos e indicamos.

Perto do hotel tem o Old Botanical Garden, um jardim botânico, não sabemos se é bom pois estávamos tão cansados que só pensávamos em chegar ao hotel.

Old Botanical Garden

Depois de dar uma descansada de 15 minutos no hotel, fomos visitar a parte antiga da cidade começamos pelo Parque e Castelo Lindenhof, isso mesmo Zurique tem um castelo, ou pelo menos tinha né, hoje só tem ruínas do antigo castelo, a principal parte é uma muralha onde ficava o castelo, hoje é um parque com uma linda vista da cidade pois é o ponto mais alto desse lado do rio, de lá temos uma belíssima vista para as igrejas, rio e para o lago.

Parque e Castelo Lindenhof

Parque Lindenhof

Igreja St. Peter (São Pedro) uma das quarto principais igrejas da cidade, está ao lado do castelo de Lindenhof, a igreja foi construída em cima de antigas ruínas de outra igreja da época romana, a igreja atual é em estilo gótico, o interessante é que o relógio da torre é o maior relógio de torre da Europa, maior que o do famoso Big Ben. O campanário da igreja era há muito tempo atrás o mais alto e servia de torre para vigiar os incêndios na cidade.

Igreja St. Peter (São Pedro)

Igreja St. Peter (São Pedro)

Bem pertinho da rua principal da cidade a Bahnhofstrasse, tem as lojas mais chiques, tem um lugar que não pode faltar na Suíça, que é comprar e comer um bom chocolate suíço a Confiserie Sprüngli AG é uma das lojas mais famosas, mas como era feriado a loja estava fechada, mas ali perto encontramos uma outra loja que tem um chocolate maravilhosoo acho que o melhor que já comemos na vida, a Teuscher Chocolates of Switzerland que está na rua Storchengasse 9, então se vocês tiverem a oportunidade de pegar as 2 lojas abertas compre nas duas, e nos diga qual foi a melhor.

Teuscher Chocolates of Switzerland

Ao lado da loja de chocolate suíço está a Abadia de Fraumünster conhecida pelos seu vitrais desenhados por Marc Chagal e Augusto Ciacometti, a abadia é do seculo IX, uma das quarto igrejas mais importantes da Suíça.

Abadia de Fraumünster

Abadia de Fraumünster

O Terminar de Balsas Zürich Bürkliplatz, no lago de Zurique tem vários passeios de barco para fazer, nós acabamos não fazendo pois tínhamos pouco tempo na cidade, mas para quem tiver mais tempo deve ser um passeio bem legal.

No final da tarde compramos umas cervejas numa lanchonete no terminal e ficamos lá curtindo a vista do lago e esperando a chuva passar, durante o dia não choveu, até abriu um sol a tarde, só que no final da tarde deu uma chuva, ainda bem que já tínhamos conhecido tudo.

kā mēs runājam Cīrihe é muito caro, então fomos comer no Mc Donalds, e mesmo assim custou 23 eiro, mais que o dobro que se paga na Espanha ou em outros países mais baratos da Europa, ficamos um tempo ali esperando o anoitecer para ver a cidade iluminada.

Igreja St. Peter (São Pedro)

Catedral Grossmünster de Zurique

Na volta para o hotel vimos as igrejas e a cidade toda iluminada, e é bem bonita, vale a pena um passeio pela noite de Zurique, esperamos que tenham gostado, esse foi nosso roteiro por Zurique e o que fizemos tur.

Zurich