Onde ficar na Ilha do Sal, em Cabo Verde, na África

Overnatting på Sal Island, i Kapp Verde, i Afrika

desember 23, 2019 0 Av Christian Gutierrez og Priscila Gutierrez

Overnatting på Sal Island, i Kapp Verde, i Afrika. No começo de dezembro quando o frio começou a bater mais forte aqui pela Europa, moramos em Barcelona para quem não sabe, resolvemos dar uma fugida daqui para o paraíso e passarmos 8 dager der borte.

Fomos para a Ilha do Sal, en fantastisk øy, mellom 10 ilhas vulcânicas de Kapp Verde, på Afrika, situada em torno de 600km da costa africana, a Ilha do Sal é calor durante o ano todo e quase nunca chove, lá também já é inverno, mas a média de temperatura nessa época é de 20 en 25 graus e chegamos a pegar 27 graus vários dias, é um lugar com águas cristalinas e um azul-turquesa de doer os olhos de tão lindo, com a areia fininha e branca, as pessoas são incríveis, sempre alegres e sorridentes, acho que a palavra crioula morabeza, que significa a arte de receber bem, explica um pouco tudo isso, fora a comida deles que são fantásticas, tudo o que comemos e bebemos por lá era delicioso, principalmente a cachupa (um prato feito a base de feijão, milho, carne ou peixe) e o grogue a bebida alcoólica deles, um pouco forte, mas muito boa também, det er, um verdadeiro paraíso. É uma ilha super turística onde tem diversas atrações e passeios turísticos divertidos para se fazer.

Kapp Verde

Nós ficamos na Ilha do Sal av 8 dager, nas primeiras 4 noites ficamos no Hotel Ouril Julia, com excelente custo-benefício, um hotel com decoração bonita e moderna, eles oferecem transfer de/para o aeroporto 15 euros cada parte, quarto grande, ren, cama enorme, com varanda e vista para a principal rua da cidade, secador de cabelo, ar condicionado, TV, frigobar e um delicioso café da manhã incluído.

Hotel Julia Cabo Verde

o Hotel fica na principal rua da cidade de Santa Maria, super bem localizado, você pode fazer tudo a pé, tem muitos bares, restauranter, baladinhas, algumas vão até mais de 4h da manhã, mas eles tem uma acústica que nós não ouvimos nenhum barulho, praias maravilhosas e o famoso Pontão de Santa Maria, onde chegam os pescadores com os peixes frescos e imensos (nunca vi pessoalmente peixes daquele tamanho rsrs) para vender e para seu sustento. O pontão na verdade é um pier, que divide as 2 praias maravilhosas com água azul-turquesa de Santa Maria e onde também saem diversos passeios de barco dali.

Na segunda parte da viagem já tínhamos feito todos os passeios que queríamos, fizemos um passeio que demos uma volta na linda Ilha do Sal com a empresa Morabitur det er en passeio de barco delicioso com a Odissée IV, conhecemos diversos restaurantes, bares, baladinhas da cidade, já tínhamos ido nas praias, então queríamos ficar mais tranquilos em um resort, então escolhemos o Meliá Llana Beach Resort & Spa, para ficarmos as últimas 3 noites da viagem, fica uns 3km de Santa Maria, uma delícia de resort com tudo que um resort pode te oferecer, piscinas de frente pro mar com dezenas de espreguiçadeiras (na praia também) então você não precisava se matar para ter seu lugar ao Sol rsrs,.

Hotel Melia, Santa Maria, Ilha do Sal, Kapp Verde

Tem restaurantes e bares com dezenas de bebidas ótimas e comidas maravilhosas, um quarto enorme, com uma cama imensa e maravilhosa, varanda, ar condicionado, TV, secador de cabelo, até um roupão branquinho e macio que eu Pri, fiz questão de colocar rsrs, um frigobar cheio de bebidas que você podia escolher o que quisesse, pois esqueci de falar o melhor e principal, é sistema all-inclusive então você pode consumir tudo no hotel (comidas e bebidas) que já está incluso e óbvio que fizemos isso durante as 3 diárias que ficamos hospedados por lá rsrs, tinham shows bem legais e animados todas as noites, cabeleireiro (não usei), lojinha, academia, recreações nas piscinas, enfim um monte de atrações para você poder tirar férias das férias e relaxar ao máximo, com muito bom custo-benefício, não preciso nem falar que amamos tudo e recomendamos muito também.

Resort Meliá Llana

Para os brasileiros poderem entrar em Cabo Verde precisa de visto, mas ele pode ser feito no aeroporto mesmo (bem rapidinho) é obrigatório ter o certificado internacional da vacina contra a febre amarela (apesar de não terem me pedido, I Pri, estava com ele), o Chris entrou com o passaporte espanhol, o visto para brasileiros custa 56 euros e a taxa de entrada para espanhóis custa 31 euro (acredito que seja o mesmo para todos os cidadãos da União Européia, mas não tenho certeza, por isso é bom dar uma pesquisada e não sei também se para espanhol e outras cidadanias se é necessário ter o certificado de vacina contra febre amarela, mas o Chris também levou o dele para garantir) o visto e a taxa podem ser pagos em dinheiro (nós pagamos em euro mesmo) ou em cartão de crédito, até a imigração é sorridente e simpática.

Resort Meliá Llana

A moeda do país é o escudo cabo-verdiano a qual você pode trocar no aeroporto, mas a grande maioria dos estabelecimentos na Ilha do Sal, por ser uma ilha bem turística, aceitam euros (mas o câmbio não é tão bom) então é melhor trocar dinheiro no aeroporto mesmo ou também pode usar cartão de crédito. O idioma oficial em Cabo Verde para quem não sabe é o nosso bom e querido português, mas eles também falam o crioulo.

Overnatting på Sal Island, i Kapp Verde, i Afrika